5 coisas para fazer com seu cão idoso

14/04/2016

Quando o pet fica velhinho, é preciso redobrar a atenção com sua saúde

Com a chegada da idade nos pets, é importante que ele seja visto com mais atenção, já que sua saúde tende a ficar mais frágil. Pensando nisso, o Clube de Cãompo listou cinco atitudes importantes que devem ser tomadas a partir de agora com os cães seniores.

 

Fique de olho nos dentes: a higiene bucal do cãozinho idoso pode gerar mais problemas, como tártaro e queda de dentes. O segredo é higienizar sempre que possível. Alguns biscoitos podem ajudar nesta tarefa. Avise o pet shop na hora de dar aquele banho!

Cuide da dieta: tanto por problemas nos dentes quanto devido às mudanças no corpo, é possível que o pet sênior precise de um novo tipo de ração. Reduzir os carboidratos e aumentar as fibras pode ser uma ótima forma de cuidar da saúde dele. Consulte o veterinário sobre isso!

Exercício para a mente e o corpo: por mais que os cães velhinhos não corram ou pulem como nos velhos tempos, é preciso que se mantenham ativos, com caminhadas e passeios. Além disso, brinquedos coloridos e com petiscos podem ser ótimos estímulos cerebrais!

Adapte a sua casa: lembre-se de adaptar sua casa para um pet idoso: deixe comida e água facilmente acessíveis, coloque mais apoio ou rampas nas escadas, e invista em pisos antiderrapantes!

Passe mais no veterinário: assim como os humanos vão mais frequentemente ao médico quando ficam mais velhos, o mesmo deve ser feito com os pets. Exames e testes podem ser mais necessários, especialmente em relação às predisposições específicas da raça. O ideal é dizer “olá” ao veterinário ao menos duas vezes por ano.

Voltar