5 formas de NÃO escolher o nome de um cachorro

25/01/2017

Essa é uma receita para você NÃO praticar caso esteja à procura de um nome para o seu cãozinho

 

Quando chega um cachorro na família, seja o primeiro pet ou o filhote do seu amigo canino, logo vem a grande missão de escolher o nome perfeito!

Muitas vezes essa escolha não é fácil, mas existem 05 dicas importantes que você tem que levar em consideração na hora de escolher o nome do seu cachorro.

 

01 – Nomes longos

O ideal é que o nome tenha no máximo até três sílabas. Algo como Margarida, que tem quatro sílabas, não é muito bom, pois o tamanho pode ser longo, o que para o cão é mais difícil de memorizar.

 

02 – Nome de Pessoas

Essa dica é muito importante e pode evitar confusões dentro da cabeça do seu cachorro. Imagine se seu pet se chama Pedro e você encontra pela rua um amigo com o mesmo nome: toda vez que você falar o nome do seu amigo, o cãozinho vai achar que está falando com ele.

 

03 – Nomes terminados com consoantes

Os nomes que terminam com m, n, r, s (que são mais comuns), são mais difíceis de memorizar pelo cãozinho. As vogais são bem mais fáceis! Aposte nos nomes terminados em vogais!

 

04 –Nomes parecidos com comandos

Se seu cãozinho se chamar “Dula” e você der um comando como “pula” para ele, as duas palavras serão interpretadas como igual. Se você quiser que ele pule pode ser que ele entenda que você está chamando a atenção dele, e vice-versa.

 

05 – Uma só ideia

Quando você escolhe um nome para seu pet, espere um tempo para ver se ele se adapta e responde por esse nome. Pode ser que o nome não pegue, e então você pode optar por outro, sem forçar a barra. 

 

Dica extra: Meu amooorrr!!!

Se você tem o hábito de chamar seu marido/esposa, filho, mãe, ou alguém próximo, de alguma forma específica como amor, querido, vida, dentre outros, não<

Voltar