Cães e vizinhos

11/05/2015

Regras de convivência são essenciais para um bom convívio entre os pets e a vizinhança

O mau comportamento de cachorros pode abalar a convivência harmoniosa e amigável entre vizinhos. A presença de cães é muito comum em casas ou apartamentos e, para evitar problemas, os pets devem ser adestrados por um profissional. Confira abaixo as dicas que o Clube de Cãompo oferece para você:  

No Brasil todos podem ter um cachorro em casa, desde que a presença dele não represente uma ameaça à segurança e ao sossego dos outros moradores. Treinamento e educação sempre serão a chave para uma boa relação. Se você tiver qualquer problema com o cão de alguém, procure sempre conversar, de forma educada, sobre a questão.

Nas reclamações sobre cachorros, o latido sempre é o principal problema. Existem diversos motivos pelos quais um cão pode latir, mas o excesso representa que algo errado está acontecendo. Procure ensinar o seu pet a não avançar, nem latir ao ver outras pessoas. Pode ser um processo demorado e enquanto isso estiver acontecendo, avise aos moradores mais próximos que seu pet está aprendendo a se comportar de maneira positiva.

Outra questão problemática é a sujeira. Os tutores são responsáveis por recolher as necessidades de seus pets. Por isso, o ideal é que o passeio sempre seja feito com supervisão, e de preferência, com coleira, pois assim é possível retirar os dejetos e descarta-los de maneira correta. Não se esqueça de levar sempre sacolinhas específicas para estes momentos.

Para quaisquer outros assuntos que envolvam o pet, o diálogo sempre será a melhor maneira de resolver os conflitos. Para os que residem em condomínios, pode-se pedir intermediação do síndico. Se os problemas persistirem, é possível buscar por autoridades para ajudar no caso.

Voltar